Baseado em evidências

CBD e Anorexia: Pesquisa e Compreensão Atual

O óleo de CBD é eficaz no tratamento da anorexia? Este transtorno alimentar é uma condição psicológica complexa com efeitos colaterais graves. O óleo de CBD é conhecido por aumentar o apetite, diminuir a ansiedade e melhorar o humor e a depressão. Veja como ele funciona, além de nossos 3 principais óleos de CBD para anorexia.

Artigo escrito por
Justin Cooke , postado a 5 dias atrás

De acordo com dados da National Eating Disorder Association (em português, Associação Nacional de Distúrbios Alimentares), estima-se que, apenas nos Estados Unidos, até 30 milhões de pessoas sofram de distúrbios alimentares como a anorexia.

O transtorno alimentar pode causar estragos em todo o corpo através de deficiências nutricionais generalizadas.

Em comparação com outras doenças mentais, a anorexia nervosa tem uma das maiores taxas de mortalidade. O tratamento da anorexia deve abordar problemas tanto psicológicos quanto físicos.

Quando o assunto é saúde física, medicamentos nem sempre são a melhor resposta. É importante encontrar métodos novos e eficazes para aumentar o apetite e o desejo de comer nesses indivíduos.

Aqui, discutiremos como o óleo de CBD pode aumentar a fome e diminuir o impacto da anorexia no corpo.

  • REVISÃO MÉDICA DE

    Dr. Carlos G. Aguirre,Neurologista Pediátrico

    Atualizado emNovember 05, 2019

  • Tabela de Conteúdo

Anorexia Nervosa: o Que é Isso?

Anorexia nervosa se refere a uma condição médica em que a pessoa afetada restringe sua própria ingestão de alimentos de propósito para evitar o ganho de peso.

Ela é mais frequentemente associada a uma dismorfia corporal – um distúrbio mental em que o doente fica obcecado com falhas perceptíveis que na realidade são pequenas ou inobserváveis.

A anorexia é comum em pessoas que sofrem de ansiedade ou baixa autoestima.

E ela é muito mais complicada do que parece.

Pessoas com anorexia muitas vezes têm problemas subjacentes que impulsionam a condição, tais como:

  • Intenso medo de ganhar peso
  • Imagem distorcida do corpo
  • Transtorno de ansiedade social
  • Depressão
  • Histórico de abuso
  • Isolamento social

Esta condição frequentemente faz com que as pessoas se considerem acima do peso, quando na verdade já estão perigosamente abaixo do peso e desnutridas.

Os Sinais e Sintomas da Anorexia

  • Amenorreia (ausência de menstruação)
  • Anemia
  • Unhas quebradiças
  • Constipação
  • Desidratação
  • Tonturas
  • Pele seca
  • Fadiga
  • Queda de cabelo
  • Problemas cardíacos
  • Insuficiência renal
  • Dano hepático
  • Baixa pressão arterial
  • Osteoporose
  • Problemas na função imunológica
  • Problemas de cicatrização
  • Convulsões
  • Perda de peso grave

Fatores de Risco para a Anorexia

Uma vez que esta condição é um distúrbio neurológico, as causas são complexas e podem variar muito de uma pessoa para a outra.

Algumas causas incluem:

  • Baixa autoestima
  • Fatores genéticos
  • Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)
  • Depressão
  • Bullying
  • Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)
  • Ansiedade
  • Abuso familiar

Ajuda Convencional para a Anorexia

Como a anorexia é uma condição predominantemente psicológica, os principais tratamentos que os médicos empregam são sessões regulares de terapia, medicamentos ansiolíticos e antidepressivos.

O principal objetivo do tratamento é adereçar questões de autoestima e quaisquer condições subjacentes como depressão ou ansiedade.

Como o Óleo de CBD Ajuda com a Anorexia

Há uma série de suplementos de ervas que são capazes de melhorar a anorexia nervosa, aumentando os hormônios envolvidos na fome e na saciedade (a sensação de estar cheio).

Talvez a opção mais importante seja a cannabis.

Você pode estar familiarizado com um estereótipo comum das pessoas que usam maconha:

Elas comem MUITO.

Bem, isso não é um mito.

Muitos dos canabinoides na planta de cannabis comprovadamente aumentam nosso apetite, sendo o mais significativo deles o THC.

O problema com isso é que a maioria dos óleos de CBD disponíveis no mercado nos Estados Unidos (o principal exportador de produtos da maconha para o Brasil) contém menos de 0,03% de conteúdo de THC. Isso porque o THC é o principal canabinoide responsável pelos efeitos psicoativos da cannabis.

A maioria dos óleos CBD é feita a partir da planta de cânhamo, que é da mesma espécie que a maconha (que contém THC), mas é uma cepa diferente que produz menos de 0,03% de THC em peso.

Mas não é só isso…

Aliviar os sintomas da anorexia vai depender de alguns passos importantes:

1. Melhorar o Humor

O óleo de CBD oferece uma gama surpreendente de benefícios para a melhoria do humor.

Isso é importante porque um humor “baixo” é muitas vezes considerado um dos principais impulsionadores da anorexia.

Medicamentos antidepressivos, como os inibidores seletivos da captação de serotonina (SSRIs) ou os inibidores seletivos da captação de noradrenalina (SNRIs) são uma escolha popular entre os médicos para o tratamento desta condição.

O efeito mais significativo sobre o humor vem do próprio CBD, que demonstrou aliviar os sintomas depressivos em animais [3].

Outros compostos no óleo de espectro completo, como os terpenos (borneol, eucaliptol, limoneno, beta-cariofileno e d-linalol) também foram relatados como tendo efeitos adicionais antidepressivos e que melhoram o humor.

Outros canabinoides, como o canabicromeno (CBC), também mostraram oferecer uma propriedade antidepressiva [4].

O CBC, assim como o CBD, não é psicoativo e é o terceiro canabinoide mais abundante na planta.

Apesar de muitos pesquisadores relatarem que este canabinoide é ainda mais relevante medicamente do que o CBD para coisas como humor e inflamação, praticamente ainda não existem estudos de alto nível publicados sobre ele.

2. Aumentar o Apetite

Com a anorexia, podemos experimentar uma enorme mudança em nossos hormônios que controlam o apetite.

Normalmente, quando comemos uma refeição, nossas células adiposas liberam um hormônio chamado leptina. Esse hormônio inibe nosso apetite e nos diz que estamos cheios.

Por outro lado, outro hormônio, conhecido como grelina, estimula a nossa fome.

As pessoas com anorexia frequentemente apresentam uma disfunção no equilíbrio entre estes hormônios, se sentindo saciadas mesmo quando deveriam estar morrendo de fome.

Os canabinoides, especialmente o THC, impulsionam os desejos de comer ao restaurar a função destes hormônios.

Isso é feito basicamente “ligando um interruptor” no hipotálamo, a região do cérebro que regula a maioria dos sistemas do nosso corpo.

É como usar o módulo de controle climático na sua casa.

O THC trabalha nesta região do cérebro através dos receptores CB1 [5]. Estes receptores controlam uma ampla gama de funções no corpo, mas são especialmente proeminentes no hipotálamo.

CBD e apetite

Ao contrário da crença popular, o CBD não aumenta o apetite. Na verdade, ele tem o efeito oposto, diminuindo o apetite em geral.

Eu sei o que você está pensando:

“Então ele deve ser evitado por pessoas que sofrem de anorexia!”

Não é tão simples assim.

Foi demonstrado que o CBD por si só inibe o apetite, portanto é importante ficar longe dos isolados de CBD (produtos que contêm apenas CBD).

No entanto, também se demonstrou que o CBD aumenta os efeitos do THC, incluindo seus efeitos sobre o apetite, fazendo com que uma mistura que contém esses dois canabinoides seja ainda melhor em aumentar os níveis de apetite em geral.

É por isso que sempre recomendamos usar apenas óleos de cannabis considerados “de espectro completo”. Mesmo que o teor de THC seja muito baixo, eles são mais eficazes no tratamento da anorexia que os óleos de CBD sem qualquer THC.

Se você mora em um estado legal ou em um país onde todos os tipos de óleos de cannabis são legais, é melhor optar por algo com uma proporção de 1:1 entre THC e CBD.

3. Alívio do Estresse/Ansiedade

Esta é a principal área a se ter cuidado no tratamento da anorexia com óleo de CBD ou outros óleos de cannabis.

O CBD demonstrou diminuir a ansiedade [6], o que é altamente benéfico para pessoas com anorexia nervosa.

A parte nervosa do nome realmente se refere à natureza nervosa e ansiosa das pessoas que sofrem desta condição.

Os óleos de CBD com altos níveis deste composto serão benéficos neste caso.

É aqui que a coisa fica um pouco confusa.

O problema é que o CBD é melhor para os efeitos antidepressivos e ansiolíticos da anorexia, mas a porção de THC será significativamente melhor para a estimulação do apetite.

Infelizmente, o CBD mata o apetite e o THC pode causar ansiedade – então, qual é a resposta?

Sempre que se toma o óleo de CBD para a anorexia, é importante manter níveis de CBD altos o suficiente para compensar os efeitos colaterais negativos do THC. É útil, mas nem sempre necessário, ter pelo menos um pouco de THC na fórmula.

Um equilíbrio perfeito vai estar em algum lugar entre 2:1 e 1:1 CBD:THC.

Escolha sempre um produto de espectro completo, como o Óleo de Cânhamo de Espectro Completo Royal CBD.

Estudos de Pesquisa Sobre THC e Anorexia

Um ensaio clínico de fase II envolvendo 18 pacientes anoréxicos tratados com THC encontrou melhora significativa de apetite em 13 pacientes [1].

Outros estudos mostraram que o THC é útil para melhorar o apetite em pacientes com AIDS, bem como pacientes com câncer [2].

Há muitas pesquisas disponíveis sobre os efeitos estimuladores de apetite do THC, mas, como mencionado, é fundamental que mantenhamos os efeitos indutores de ansiedade deste canabinoide em mente para as pessoas com anorexia.

É por isso que sempre recomendamos usar algo com uma proporção de pelo menos 1:1 de CBD para THC, ou algo com ainda mais CBD.

O THC vai oferecer benefícios no aumento do apetite e ajudar as pessoas com anorexia a encontrar a motivação para comer mais e começar a se recuperar da condição.

Como Tomar o Óleo de CBD para a Anorexia

A melhor maneira de tomar o óleo de CBD para melhorar os sintomas da anorexia e aumentar o apetite é encontrar um extrato com cerca de 1:1 de CBD para THC.

Se os óleos THC de cannabis não forem legais em seu país, tudo bem – o CBD oferecerá muitos dos mesmos benefícios.

Se possível, opte por um extrato de espectro completo para evitar a inibição do apetite ainda mais.

Recomendamos os produtos Royal CBD para isso.

Sempre que for experimentar CBD pela primeira vez, é uma boa prática começar com uma dose menor e aumentar lentamente a partir dela.

Experimente cerca de 4 mg do equivalente de CBD e aumente sua dose em 4 mg por dia até sentir alguns efeitos colaterais ou obter os resultados que está procurando.

Se você tiver efeitos colaterais, simplesmente diminua a dose no dia seguinte.

Procure Ajuda Profissional Antes de Experimentar CBD

É claro que tomar óleo de CBD por si só não vai fazer o suficiente no sentido de tratar a anorexia.

Ver um terapeuta regularmente para resolver problemas de autoestima ou depressão, bem como visitar um nutricionista ou dietista para acompanhar sua ingestão de alimentos vai ajudar MUITO na eliminação dos sintomas e na restauração do corpo a um bom nível de saúde.

Referências

  1. Nelson, K.; Walsh, D.; Deeter, P.; e Sheehan, F. (1994). A phase II study of delta-9-tetrahydrocannabinol for appetite stimulation in cancer-associated anorexia. Journal of palliative care.
  2. Misner, D. L.; e Sullivan, J. M. (1999). Mechanism of cannabinoid effects on long-term potentiation and depression in hippocampal CA1 neurons. Journal of Neuroscience, 19(16), 6795-6805.
  3. R de Mello Schier, A.; P de Oliveira Ribeiro, N.; S Coutinho, D.; Machado, S.; Arias-Carrión, O.; A. Crippa, J.; e C Silva, A. ( 2014). Antidepressant-like and anxiolytic-like effects of cannabidiol: a chemical compound of Cannabis sativa. CNS & Neurological Disorders-Drug Targets (Antiga Current Drug Targets-CNS & Neurological Disorders), 13(6), 953-960.
  4. De Petrocellis, L.; Orlando, P.; Moriello, A. S.; Aviello, G.; Stott, C.; Izzo, A. A.; e Di Marzo, V. (2012). Cannabinoid actions at TRPV channels: effects on TRPV3 and TRPV4 and their potential relevance to gastrointestinal inflammation. Acta physiologica, 204(2), 255-266.
  5. Kirkham, T.C. (2005). Endocannabinoids in the regulation of appetite and body weight. Behavioral Pharmacology, 16(5-6), 297-313.
  6. Crippa, J. A. S.; Derenusson, G. N.; Ferrari, T. B.; Wichert-Ana, L.; Duran, F. L.; Martin-Santos, R.; e Filho, A. S. (2011). Neural basis of anxiolytic effects of cannabidiol (CBD) in generalized social anxiety disorder: a preliminary report.  Journal of Psychopharmacology, 25(1), 121-130.

Condições que Podem Responder ao Canabidiol