Baseado em evidências

CBD e Estresse: Pesquisa e Compreensão Atual

Todo mundo sofre de estresse em algum momento do dia. Alguns de nós estão sempre estressados. O óleo de CBD está rapidamente se tornando um complemento para pessoas com estresse crônico. Ele reduz a sensação de estresse e protege o corpo dos efeitos negativos que o estresse pode causar ao longo do tempo.

Artigo escrito por
Justin Cooke , postado a 1 semana atrás

O estresse é mais que uma resposta fisiológica – é um modo de vida.

Hoje, as pessoas estão constantemente estressadas com trabalho, finanças, relacionamentos, saúde e tudo mais que se possa imaginar.

Se permitirmos que o estresse assuma o controle de nossas vidas, ele pode realmente prejudicar nossa saúde.

O CBD e outros componentes da planta de cannabis têm muito a nos oferecer em termos de saúde, mas reduzir o estresse é onde eles realmente se destacam.

As pessoas agora estão usando óleos, cápsulas e tinturas de CBD para gerenciar os níveis de estresse, relaxar e proteger o corpo da devastação que o estresse crônico pode causar.

Aqui, nós investigaremos como o estresse funciona, como ele sequestrou nossas vidas e como você pode efetivamente reduzir o estresse usando óleos de CBD.

  • REVISÃO MÉDICA DE

    Abraham Benavides,Médico

    Atualizado emNovember 05, 2019

  • Tabela de Conteúdo

O Estresse é Projetado para nos Ajudar

Nossos ancestrais desenvolveram a resposta ao estresse como uma forma de nos livrar de um problema.

Imagine que você está cara a cara com um tigre dentes-de-sabre. Ele está com fome e humanos certamente estão no cardápio.

Talvez você possa até lutar contra o tigre em seu estado normal de espírito, mas é improvável que você tenha sucesso.

Felizmente, você tem a resposta de estresse (também conhecida como resposta de “luta ou fuga”).

Partes do nosso cérebro (o hipotálamo e a hipófise) reconhecem imediatamente a ameaça e liberam hormônios que viajam para as glândulas suprarrenais, localizadas acima de cada rim.

Essas glândulas então começam a bombear hormônios do estresse, como o cortisol, que viajam por todo o corpo através da corrente sanguínea para produzir o que identificamos como estresse.

Este sistema é projetado para nos dar um impulso físico e mental, e nos ajudar a lutar contra o tigre ou fugir para a segurança.

Estes efeitos incluem:

  1. As vias aéreas se expandem para permitir que mais oxigênio chegue aos pulmões
  2. Nossos batimentos cardíacos se aceleram para bombear nutrientes e oxigênio mais rápida e profundamente nos músculos
  3. Nosso fígado despeja glicose na corrente sanguínea para fornecer um acréscimo de energia para o corpo
  4. Nossos sistemas digestivo e imunológico se desligam para permitir que o corpo concentre a energia nos músculos e cérebro
  5. Nossos vasos sanguíneos se estreitam para empurrar o sangue até os minúsculos capilares de forma mais eficiente
  6. Neurotransmissores como a noradrenalina são liberados para estimular o cérebro e aumentar a percepção

Todas essas mudanças nos dão uma vantagem temporária sobre o tigre, nos ajudando a fugir do perigo.

Nós nos tornamos mais aguçados, mais conscientes do nosso ambiente, nossos músculos estão mais fortes, temos mais energia e nos tornamos insensíveis à dor e ao desconforto.

Nesse contexto, o estresse é extremamente valioso. Ele pode fazer a diferença entre a vida e a morte.

Há muitos relatos de pessoas fazendo proezas malucas de capacidade humana enquanto estão sob a resposta de luta ou fuga.

Os Impactos Negativos do Estresse

Em um encontro com um tigre dentes-de-sabre, o estresse nos ajudou. Nós fomos capazes de lutar contra o tigre ou fugir. Missão cumprida, vivemos para ver outro dia.

Agora, o corpo precisa reverter as mudanças que ocorreram durante a resposta ao estresse e retornar ao normal. Nós chamamos isso de resposta “descanso e digestão”.

Nossas glândulas suprarrenais param de produzir cortisol, nosso nível de açúcar no sangue retorna ao normal, o ritmo cardíaco desacelera, a pressão arterial diminui e nossos sistemas digestivo e imunológico voltam a ficar online.

É assim que deve ser, mas nem sempre é o caso nos dias de hoje.

Atualmente, a maioria das pessoas se estressa em relação a atividades que não ameaçam a vida, como haverá dinheiro suficiente para comprar aquele novo par de sapatos, ou se um relacionamento não é como costumava ser, ou se temos muito trabalho para fazer.

Esses tipos de estresse não tendem a desaparecer. Nós nunca “lutamos contra o tigre” e nos afastamos o suficiente para desacelerar novamente. Então, permanecemos em um estado hiperestimulado de estresse.

No longo prazo, isso tem muitos efeitos negativos no corpo.

Alguns dos exemplos mais comuns incluem:

  1. Nossas glândulas suprarrenais se esgotam e param de produzir os hormônios que precisamos para regular nosso ciclo de sono-vigília.
  2. Nosso sistema imunológico é suprimido a ponto de pegarmos todos os resfriados ou gripes que aparecem
  3. Nós desenvolvemos doença metabólica porque nossos níveis de açúcar no sangue permanecem altos durante semanas ou meses a fio
  4. Nosso sistema digestivo suprimido dificulta a absorção dos nutrientes que necessitamos e começa a ficar inflamado
  5. Nossa pressão arterial permanece alta e nossas artérias começam a endurecer
  6. Desenvolvemos condições neurológicas tais como ansiedade e depressão por causa do estado constante de hiperestimulação

Há muitos outros exemplos de problemas que podem surgir quando estamos em um estado contínuo de estresse, sem efetivamente diminuirmos o ritmo e nos recuperarmos.

Portanto, aprender a usar ferramentas como o óleo de CBD, juntamente com algumas outras técnicas úteis que abordaremos detalhadamente mais adiante, nos ajudará muito a parar o constante estado de estresse, dar tempo ao nosso corpo para se recuperar e, finalmente, evitar a longa lista de impactos negativos que o estresse tem sobre o corpo.

Agora, vamos discutir o CBD e o papel que ele desempenha na resposta ao estresse.

O CBD para o Estresse

O CBD vem se tornando uma espécie de “suplemento celebridade” nos últimos meses.

Ele tem uma longa lista de benefícios e é utilizado para uma lista ainda mais longa de condições médicas.

“Como um composto pode ser tão útil para tantas condições médicas diferentes?”, você pode estar se perguntando.

Curiosamente, muito disso vem justamente da capacidade que o CBD tem de regular e controlar nossa resposta ao estresse.

Pense nisso.

Se alguma coisa pode diminuir nossa resposta ao estresse e isso evita o dano que ele causa no corpo, essa coisa terá um impacto em tudo, do cérebro até a pele e tudo o mais que estiver no caminho.

O que Exatamente é o CBD?

CBD é a abreviação de canabidiol.

Ele é um dos principais constituintes da planta de cannabis e é o principal canabinoide não psicoativo da planta.

Uma vez dentro do corpo, o CBD é capaz de interagir com um conjunto especial de receptores conhecidos coletivamente como o sistema endocanabinoide. Este sistema desempenha um papel importante na modulação do sistema nervoso, aumentando a comunicação de uma célula para a outra.

O Sistema Endocanabinoide

O sistema endocanabinoide (SEC) funciona como um aviso de recebimento para os nervos.

Quando um nervo envia um sinal para o outro, o sistema endocanabinoide vai na direção oposta para dizer ao remetente original que a mensagem chegou.

Pode parecer que isso não é tão importante, mas tem sérias implicações.

O sistema endocanabinoide efetivamente fornece feedback para que outras áreas do corpo entrem nos canais de comunicação. Ele garante que tudo funcione dentro de seus limites, mantendo o corpo como um todo em equilíbrio.

A maneira mais fácil de entender isso é pensar em equilíbrio.

O corpo sempre se esforça para manter o equilíbrio de todos os seus sistemas, estado que chamamos de  homeostase. Ele não quer estar muito quente nem muito frio, muito seco nem muito úmido, muito acordado nem com muito sono. Há sempre um equilíbrio que o corpo se esforça para manter, o qual, naturalmente, pode flutuar ao longo do dia.

O sistema endocanabinoide essencialmente regula esse equilíbrio e garante que permaneçamos dentro dos limites o tempo todo. Se estivermos fora, ele trabalha para nos trazer de volta para a linha central, ajudando o corpo a se comunicar e a trabalhar em conjunto.

Isso é muito importante de se considerar porque, quando estamos estressados, não estamos em equilíbrio.

Usando o Óleo de CBD para o Estresse

Então, como exatamente o CBD nos ajuda contra o estresse?

No geral, os efeitos do CBD sobre o estresse incluem:

  • Melhora na função hipotalâmica
  • Proteção do corpo contra o dano oxidativo
  • Promoção da resposta “descanso e digestão”

Deixe-me explicar melhor.

Como já analisamos, o estresse depende do hipotálamo no cérebro, que desencadeia a liberação de um hormônio chamado cortisol. Este hormônio então vai dizer ao resto do corpo para se preparar para a batalha.

Um lugar lógico para começar a parar ou diminuir a resposta ao estresse é o hipotálamo.

1. CBD e o Hipotálamo

Esta região especializada do cérebro tem uma série de receptores em sua superfície que monitoram os níveis de cortisol no sangue.

Normalmente, quando há um influxo de cortisol no sangue, esses receptores respondem com um feedback negativo para as glândulas suprarrenais, mandando que que elas parem de produzir hormônios do estresse.

Quando estamos estressados ​​cronicamente, o hipotálamo se torna menos sensível ao cortisol, o que significa que precisamos de muito mais cortisol para provocar a mesma resposta. Isso efetivamente nos permite permanecer estressados ​​por longos períodos de tempo.

O CBD aumenta a capacidade do hipotálamo de sentir cortisol, desencadeando a válvula de bloqueio muito mais cedo e evitando que o estresse perdure por muito tempo. [4]

2. CBD e Danos Oxidativos

Uma das principais maneiras pelas quais o estresse causa tanta destruição é por meio do chamado dano oxidativo.

O aumento do açúcar no sangue e da atividade metabólica causado pelo estresse pode levar a um acúmulo de produtos de radicais livres que podem danificar os tecidos em todo o corpo.

Normalmente, estes produtos são eliminados quando entramos no modo de descanso e digestão, em um estado de relaxamento. Mas quando estamos estressados ​​por longos períodos de tempo, esses radicais livres permanecem.

O óleo de CBD é rico em compostos antioxidantes [1] que ajudam a neutralizar moléculas de radicais livres e protegem o corpo de sua influência prejudicial.

3. CBD para o Descanso e Digestão

Quando estamos estressados, o cortisol faz com que a noradrenalina assuma o controle no cérebro. Isso leva ao envolvimento de outros neurotransmissores estimulantes, como a dopamina, a serotonina e o glutamato.

Assim nós entramos em um estado de luta ou fuga onde a atividade cerebral aumenta drasticamente.

A força oposta a esse sistema é outro neurotransmissor, chamado GABA.

Precisamos que o GABA atue como um pedal de freio no cérebro, dizendo-lhe para desacelerar e relaxar. Este é um dos principais neurotransmissores envolvidos com o “descanso e digestão” no sistema nervoso e detém a chave para reduzir a resposta ao estresse.

Muitos dos melhores medicamentos ansiolíticos funcionam aumentando a atividade do GABA no cérebro, para essencialmente diminuir nosso ritmo e nos ajudar a relaxar.

Em recentes estudos com animais, os ratos que receberam um composto que bloqueava o GABA entraram em convulsões hiperativas. Foi demonstrado que o CBD inibe completamente estes efeitos, sugerindo sua capacidade de regular o GABA e promover o relaxamento mesmo sob exposição química direta a drogas inibidoras de GABA [4].

Muitos dos terpenos presentes na planta de cannabis também demonstraram aumentar a atividade do GABA, incluindo o borneol [3] e o limoneno [2]. 

O Melhor Óleo de CBD para o Estresse

Ao comprar um óleo de CBD para o estresse, é fundamental que você encontre algo com uma concentração alta de CBD, mas que também contenha todos os terpenos e antioxidantes presentes naturalmente na planta. Por esse motivo, recomendamos um óleo de cânhamo de espectro completo de alta qualidade ao invés de concentrados de CBD ou óleos de THC.

Dosando o Óleo de CBD

Dosar o óleo de CBD pode ser um desafio porque ele funciona de forma um pouco diferente em cada pessoa.

Alguns produtos terão a dose na garrafa, outros não.

Visite nosso guia sobre dosagem de óleo de CBD para uma análise detalhada sobre como calcular sua dose de acordo com seu peso e com a intensidade que está procurando.

Recomendamos começar com doses mais baixas e aumentar aos poucos, depois que você souber como o CBD te afeta individualmente.

Como Tornar o Óleo de CBD Ainda mais Eficaz no Combate ao Estresse

Embora o óleo de CBD auxilie muito na redução dos níveis de estresse e te ajude a retornar a um estado melhor de saúde física e mental, você pode praticar outras formas de gerenciamento de estresse e aumentar seus efeitos ainda mais.

Alguns exemplos de excelentes técnicas de gerenciamento de estresse incluem:

1. Meditação

A meditação é, de longe, a melhor maneira de aliviar o estresse crônico. Muitas pessoas desistem depois de tentar algumas vezes, pois acham que não estão meditando direito – ao invés de relaxar, suas mentes permanecem ocupadas enquanto estão sentadas em silêncio.

Mas este não é o caso.

Na meditação, o passo mais importante para a redução de estresse é manter uma respiração lenta e rítmica. Você não precisa entrar em um “estado meditativo” para colher os benefícios da meditação. Depois de apenas alguns minutos de respiração controlada, seus pulmões vão estimular a ação do seu sistema nervoso parassimpático, responsável por te acalmar e combater a resposta ao estresse.

É extremamente eficaz.

2. Exercício

O exercício é um ótimo atenuador de estresse.

Ele promove uma onda de endorfinas na corrente sanguínea que nos faz sentir bem e ajuda a eliminar o cortisol do corpo mais rapidamente.

Apenas 10 minutos de exercício moderado como correr, pular corda ou fazer musculação por dia são tudo o que você precisa.

3. Identifique e Elimine a Fonte de Estresse

Não importa o que você faça para diminuir o estresse, ele continuará voltando se você não eliminar a fonte.

Seja qual for, você precisa identificá-la e encontrar uma maneira de fazer com que ela não seja mais um problema. Se você não sabe por onde começar, há muitos serviços disponíveis para te ajudar.

Veja aqui

4. Mude do Café para o Chá

Todos nós amamos o nosso cafezinho de manhã, mas o que muitas pessoas não sabem é que a cafeína na verdade desencadeia a liberação de cortisol, piorando nosso estresse ainda mais.

O chá também contém cafeína, mas ele tem outro composto químico conhecido como L-Teanina, que é um excelente composto anti-estresse usado frequentemente como suplemento nootrópico para promover um estado mental calmo e relaxado.

Trocar do café para o chá pode ajudar muito a reduzir seus níveis gerais de estresse no dia a dia.

5. Suplemento com Ervas Adapatogênicas

As ervas adaptogênicas são ervas com benefícios específicos no sistema de resposta ao estresse.

Elas geralmente atuam diretamente no hipotálamo, mas também podem inibir os efeitos do cortisol sobre o corpo.

A melhor delas para começar junto com o CBD é uma erva chamada Rehmannia. Ela estimula o hipotálamo a se tornar mais sensível, permitindo que ele desligue a resposta ao estresse muito mais rapidamente quando esta não está mais nos trazendo nenhum benefício.

Há muitas outras ervas adaptogênicas que você pode combinar com seu suplemento de CBD, bem como para diminuir a resposta ao estresse. Alguns exemplos comuns incluem ashwagandha, ginseng e alcaçuz.

Observações Finais

O óleo de CBD é um ótimo suplemento diário. Ele possui uma longa lista de efeitos benéficos e pode contribuir muito para melhorar nossa qualidade de vida.

Uma das principais maneiras que ele faz isso é nos ajudando a lidar com o estresse.

Ele funciona diretamente no hipotálamo, nos protege do dano oxidativo e diz ao nosso cérebro para desacelerar e se recuperar quando estamos correndo a cem quilômetros por hora.

Sempre que usar o óleo de CBD para o estresse, é importante envolver outros métodos de redução de estresse simultaneamente e usar somente óleos de CBD feitos de produtos de cânhamo orgânicos de espectro completo.

Referências

  1. Hampson, A. J.; Grimaldi, M.; Axelrod, J.; Wink, D. (1998) Cannabidiol and ()Delta-9-tetrahydrocannabinol are neuroprotective antioxidants. Proc Natl Acad Sci EUA, 95(14): 8268-73.
  2. de Almeida Costa, C. A. R.; Kohn, D. O.; de Lima, V. M.; Gargano, A. C.; Flório, J. C.; e Costa, M. (2011). The GABAergic system contributes to the anxiolytic-like effect of essential oil from Cymbopogon citratus (lemongrass). Journal of ethnopharmacology, 137(1), 828-836.
  3. Granger, R. E.; Campbell, E. L.; e Johnston, G. A. (2005). (+)-And (−)-borneol: efficacious positive modulators of GABA action at human recombinant α 1 β 2 γ 2L GABA A receptors. Biochemical pharmacology, 69(7), 1101-1111.
  4. Consroe, P.; Benedito, M. A.; Leite, J. R.; Carlini, E. A.; e Mechoulam, R. (1982). Effects of cannabidiol on behavioral seizures caused by convulsant drugs or current in mice. European journal of pharmacology, 83(3-4), 293-298.
  5. de Mello Schier, A. R.; de Oliveira Ribeiro, N. P.; Coutinho, D. S.; Machado, S.; Arias-Carrión, O.; Crippa, J. A.; … e Silva, A. C. (2014). Antidepressant-like and anxiolytic-like effects of cannabidiol: a chemical compound of Cannabis sativa. CNS & Neurological Disorders-Drug Targets (Antiga Current Drug Targets-CNS & Neurological Disorders), 13(6), 953-960.
  6. Murillo-Rodríguez, E.; Millán-Aldaco, D.; Palomero-Rivero, M.; Mechoulam, R.; e Drucker-Colín, R. (2006). Cannabidiol, a constituent of Cannabis sativa, modulates sleep in rats. FEBS letters, 580(18), 4337-4345.

Condições que Podem Responder ao Canabidiol